domingo, 17 de maio de 2009

No teu silêncio

No teu silêncio
há o grito que não se conforma,
a dor que espreita,
a vida escondida num olhar de criança.
No teu silêncio
há o cálice eterno
e o fogo desperto,
a tortura de não te ter,
o gesto sofrido
de quem teme perder.
No teu silêncio
há o nocturno luar,
a sombra escondida no transparente olhar.

No teu silêncio
há a sinfonia do imenso,
a valsa esquecida no tormento,
os braço que anseiam o corpo,
os lábios que sussurram o toque.
No teu silêncio
há o vento que não quero esperar,
a hora que não parte
nem faz ficar,
os corvos da despedida e do adeus.

No teu silêncio
há um futuro
um sorriso,
um mistério.

Desfraldo a vela do barco
com que atravesso o teu silêncio
e, deitado sob o salgueiro,
ouvindo os pássaros a chilrear e o cheiro a campo,
faço-me ao mar,
agarrado aos sonhos, ao luar,
solto amarras e sigo até ti.

Deixas-me atracar em teu porto?

11 comentários:

Mona Lisa disse...

Adorei ler!
Espero que já estejas mais animado:) beijo

Menino do mar disse...

Mona Lisa:
Obrigado. Eu tou sempre animado, mesmo quando não estou :)

Mona Lisa disse...

Ainda bem, é bom saber isso. Até me deixaste com peso na consciência ontem:)

Menino do mar disse...

Mona Lisa:
Porquê? É normal, estive a pensar em coisas que por sua vez fazem pensar ainda mais, mas nada que não passe. As noites são sempre complicadas, mas ainda houve tempo para um sorriso antes de adormecer :)

Mona Lisa disse...

Pois, eu percebo isso...Ainda bem que apesar de tudo houve sorriso antes de adormecer, é bom sinal;)

Sanxeri disse...

Que bonito. :) Há portos onde é inevitavel atracar.

Storyteller disse...

«No teu silêncio
há um futuro
um sorriso,
um mistério.»

É isto que eu gosto de pensar: que no silêncio de alguém há promessas de algo fantástico. Os futuros felizes não são garantidos, mas gosto de pensar que serão muito mais radiantes que o presente.

O poema é mesmo muito bonito!
;)

Menino do mar disse...

Sanxeri:
Bem vinda, há portos onde queremos atracar mais que em qualquer outro sítio :)

Story:
Os futuros felizes não, mas o futuro existirá sempre e isso deixa-me feliz :)

Christiana disse...

Olá! =)
Poema lindíssimo!!
a melhor forma de conhecermos verdadeiramente uma pessoa é compreendendo o seu silêncio, e a magia do seu olhar...
sorte a de quem é conhecida dessa forma maravilhosa por ti!
espero que a resposta à tua pergunta seja positiva e que csgas atracar num porto tranquilo, com águas serenas e brisas doces...

um fim de tarde calminho e bem delicioso...espero que o pôr-do-sol nessa tua praia seja de mil cores.
Um abraço apertadinho*

Menino do mar disse...

Christiana:
E há silêncios que dizem tanto :) e esperas que valem a pena :)

Lídia Borges disse...

Lindo! Lindo!
Pena não ter sido eu a escrever...

Obrigada por me dar a conhecer o seu blog.

L.B.