quinta-feira, 21 de maio de 2009

At last

Esta é, a partir de hoje, definitivamente, decididamente, indubitavelmente, a música da minha vida...
Só me saem suspiros do peito...



At last, my love has come along
My lonely days are over
And life is like a song
Oh, yeah, at last
The skies above are blue
My heart was wrapped up in clovers
The night I looked at you
I found a dream that I could speak to
A dream that I can call my own
I found a thrill to rest my cheek to
A thrill that I have never known
Oh, yeah when you smile, you smile
Oh, and then the spell was cast
And here we are in heaven
For you are mine
At last

Que vontade de dançar.... que vontade....

19 comentários:

Storyteller disse...

Nem imaginas as vezes que ouço isto no trabalho...
E faz-me sonhar!
;)

Storyteller disse...

Dança! Se tens vontade... dança!
;)

Ana disse...

Aaahhh finalmente!!

Que esta seja mesmo a banda sonora da tua vida por muito e muito tempo!!:-))

Menino do mar disse...

Story:
É linda não é? :)

Anocas:
Vai ser... cada vez tenho mais certeza disso... :)

Mona Lisa disse...

Hmm..é demasiado romântica para o meu gosto..mas gostos não se discutem:P

Menino do mar disse...

Mona Lisa:
Rachmaninoff é o expoente do romantismo.... por isso... :)

Mona Lisa disse...

É outro tipo de romantismo, nem se compara:)

Menino do mar disse...

Mona Lisa:
Então é a sonoridade que não te agrada e não o ser romântico, certo?

Ps: Já tá os exames? Correram bem?

Mona Lisa disse...

Há músicas mais lamechas e outras..nem tanto:)
Os exames...ainda agora estão a começar..passaram apenas dois mini-exames, digamos (correu bem), mas ainda falta o resto.

Menino do mar disse...

Mona Lisa:
Quer queiramos quer não, o amor é lamechas... Como dizia o nosso Pessoa, "Todas as cartas de amor são ridículas...."

Mona Lisa disse...

Pessoa disse isso de facto, e eu concordo. Todas as cartas de amor são ridículas, mas o que nos leva a escrever cartas de amor ridículas nunca é ridículo. Percebes?

Menino do mar disse...

Percebo, precisamente por isso acho que esta música é um expoente em sentimentos, daqueles que levam a escrever as tais cartas de amor :)

Cris... disse...

Lindo.

Há emoções que por vezes nos ficam mais claras de repente.
E nos robam um sorriso.
Ou uma lágrima.

E dão um nózinho no coração, para atar essas emoções a nós.

Felicidades...

Lídia Borges disse...

É, sem dúvida uma bonita canção de amor.

L.B.

Christiana disse...

:) linda música!
fizeste-me fechar os olhos e sorrir...adorei!
abraço e um óptimo fim-de-semana!

p.s: uma pontinha de inveja :) ainda n csgui eleger uma "música da minha vida"... :( com calma muita calma eu chego lá ;) beijo*

Menino do mar disse...

Cris...:
Felicidades? lol... Pero hay algo que me haga feliz? Beijo...

Lídia Borges:
O amor, é sem dúvida algo com um enorme poder criativo... :)

Christiana:
Quando fechamos os olhos e sorrimos, transportamo-nos muitas vezes para onde queríamos estar. Aí, somos felizes... Teremos realmente que abrir os olhos, ou poderemos continuar no sonho?
Beijo

Mariana disse...

eu sempre adorei esta musica,fantastica;)

Menino do mar disse...

Mariana:
è mesmo espectacular, e diz-me tanto...

Sofia disse...

:) Descobria-a há pouco tempo e tb ficou com uma das minhas musicas para o resto da minha vida.