quarta-feira, 5 de agosto de 2009

Recordação

Lembro, não como se fosse hoje, mas como algo recente, a noite que passaste a ver e rever, vezes sem conta, o clip do My heart will go on, da Celine Dion, numa cassette de VHS onde eu gravava todos os clips que passavam na MTV e me interessavam.
As lágrimas escorriam-te pelo rosto, balbuciavas algo que eu, morto de sono e embalado pelo ponche da garrafa prateada, achava imperceptível, mas sabia por que sofrias, sabia que o teu coração tinha sido quebrado mais uma vez pelo teu namorado de sempre.
A noite tinha começado animada e, do grupo restavas apenas tu, eu, e a minha namorada de então, que não era bem namorada, que havia sucumbido há muito ao sono.
Não minto se disser que ouviste, ouvimos, essa música mais de 50 vezes nessa madrugada. Eram cerca de oito da manhã quando abalaste.
Sempre que nos encontrávamos, mais tarde, fosse onde fosse, recordávamos sempre, a rir, essa noite.
Passaram anos sem te ver, não muitos, e foi bom rever-te nas caixas do supermercado, tu já com um novo namorado, eu, já com uma filha.
Não sabia que essa seria a última vez que íamos estar juntos.
Não me lembro do mês, não me lembro do dia, não me lembro da hora. Sei apenas o local onde estava quando o telefone tocou e uma voz trémula, de um amigo comum, me disse que já não estavas entre nós. Tinhas encostado a arma ao peito e premido o gatilho.
Não fui ao teu funeral, nem fui ver nunca a tua campa.
Sei que cada vez que oiço a música, que vejo o vídeo, me lembro de ti.

Esta é a história verídica de alguém que deixou muitas saudades.

8 comentários:

S* disse...

Que situação lamentável... um momento chocante como esse tem de deixar marcas.

Teresa Queiroz disse...

a melhor recordação :)
arrepiei-me

Lois disse...

Já tive a minha dose.Não vou rever mais..my heart (still)go on

Vani disse...

Fogo :( :( :( :( não sabia. :( :(:(:(

Miles to go... disse...

:(

Christiana disse...

♥♥¸.•´¸.•*´¨) ¸.•*¨)
(¸.•´ (¸.•abraço apertadinho•.¸•*♥♥

marta disse...

Ao menos, assim, o coração pára, não é?

Li disse...

:-( Nunca há palavras para lamentar quando se perde alguém... ficam apenas as boas recordações dessa pessoa.
Obrigada por visitares o meu blog. Gostei muito do teu, prometo voltar!
Beijinho***