domingo, 16 de agosto de 2009

...


Perco-me em mil e uma palavras que quero dizer e nada me sai. O teclado é um deserto desconhecido onde não consigo caminhar.
Palavras, para onde foram? Não consigo escrever....

13 comentários:

Paula disse...

Então?! Que aconteceu?!
Espero que passe depressa porque gosto muito de te ler.
Beijinhos

Only Words disse...

Nem sempre as palavras são donas da expressão ;)

GiGi disse...

Não posso expôr melhor comentário do que o de Only Words...

:-)

Kitty disse...

Como eu te entendo... :o)

Assim sou eu disse...

Não desanimes. Bem sabes que todos os escritores têm momentos em que julgam ter perdido a capacidade criativa, mas nada disso!! Faz uma pausa. Respira fundo. Caminha um pouco, se possível (a mim ajuda-me a colocar as ideias em ordem, a recarregar baterias). Vais ver que logo te sentirás melhor, e quando te sentares frente ao PC, as palavras vão fluir. Ah… outra sugestão… Podes sempre encontrar uma nova musa inspiradora! ;)

CF disse...

Há dias assim... Não deve ser relevante. Só espero que não seja desânimo. Esse bandido clandestino que por vezes toma o nosso corpo. Ou tenta tomar.

Bruxinha disse...

Não te preocupes, é algo passageiro, logo logo, estás aqui a brindar-nos com os teus textos lindos:)
Uma beijoka

Pipoca disse...

Tem calma, vais ver que em menos de nada estás ai a escrever como se não houvesse amanhã

Jeanette Zork disse...

E o silêncio é sempre o grito mais profundo da alma ;)

Zork Kissis*****

Kikas disse...

a kikas sabe muito bem o que queres dizer com isso..

Hyndra disse...

Se calhar o vento levou-as!

Gingerbread Girl disse...

Ela voltam sempre... passado um tempo.

kiss*

Swadharma disse...

Tempo ou uma garrafa de vinho! Mas o tempo não faz tão mal ao fígado...
=\

*