quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Um dia assim

Um dia não são dias, mas a verdade é que ultimamente as coisas não têm corrido como desejo.
Não entro em desânimos precoces pois aquilo que se obtém lutando tem mais sabor e, convenhamos, a procissão ainda vai no adro.
A minha expressão facial é o meu maior inimigo. Dificilmente consigo esconder o que me vai na alma ou, no mínimo, demonstro sempre que há um tempestade enorme dentro de mim. Uma tempestade de causas ocultas mas suficientemente perturbadoras para me deixarem os olhos mortiços, a cara inexpressiva e o sorriso ausente, que tento a pouco e pouco replantar.
A verdade é que eu penso demais.
Sinto uma inveja enorme de quem consegue pôr os problemas para trás das costas e acreditar piamente que tudo se resolve. Por mais que a vida me tenha mostrado que sim, que é mesmo assim, e que pensarmos insistentemente nos problemas e nas dificuldades não nos traz soluções mais rapidamente, a verdade é que não consigo deixar de o fazer.
Há, no entanto, o universo que nos rodeia e seu sentido de humor extremo, por vezes negro e sarcástico, mas que hoje, até mudou a minha tarde.
Não foi nada de extraordinário, nada de sublime, nada do outro mundo. Foi algo que, pela sua simplicidade me arrancou uma gargalhada, um sorriso imenso que aproveitei, prendi, atei aos lábios e não deixei mais partir.
Mostro-vos em foto esse singular motivo que, por ventura, acharão banal ou até idiótico mas, como já disse, foi o click de que necessitava.


(cliquem para ampliar)

Na onda do bom humor, expliquem-me então, o que são entrecostos espectaculares lllllllloooooooollllllllllll

Ps: E não é que a vida nos surpreende sempre com estas pequenas coisas? :)

8 comentários:

GiGi disse...

Hum, uma pérola pra lá de chique!

Depois eu posto umas que, nossa... São de se rir para não chorar!

Beijos!

Hyndra disse...

Olha que giro!

Está tão informal e parece tão expontâneo que mete graça, de facto.

Olha, eu nao sei se é do Outono...ou do princípio de Outono, mas de há uma semana para cá a vida tb nao me tem corrido nada bem. Bolas, que parece que é um problema atrás do outro!

Mas concordo contigo, por mais que se saiba que as coisas acabam por se resolver... nao dá para evitar sofrer um pouco com algumas coisas. É a p***a da vida que nem sempre é um mar de rosas!

Força aí!
Bjos!

Anna disse...

E é precisamente quando parece que nada no mundo nos vai conseguir fazer descontrair e desdramatizar a nuvem cinzenta que teima em não passar que coisas tão pequeninas, tão simples como esta, conseguem o tão ansiado milagre do sorriso!

Ainda bem que o nosso discernimento não nos tolda totalmente os sentidos, precisamente para nos depararmos com estes mimos!

Beijinho*

continuando assim... disse...

loool entrecostos espetaculares não sei ... mas eu não escolhia nem as pernas nem as espetadas de frango... não têm adjectivo... coitado do frango, se calhar os donos do tasco não gostam de frango e gostam muito de entrecosto. è bonito essa emoção nas ementas ...loool


bj
teresa

sakura disse...

Só visto, meu amor. E a tua cara a olhar para mim e a perguntar: "O que são entrecostos espectaculares??" :D Deve ser uma coisa de outro mundo!

Adoro-te.

Beijo imenso
da tua Flôr

Lia disse...

Bem, entrecostos espectaculares devem ser assim de um porco espectacular, não?

fee disse...

Também já me tem acontecido estar em baixo e encontrar alguma coisa que me devolva o sorriso aos lábios.

Sabe tão bem mantermo-nos alerta para estas situações:)

Beijo*

P.S.- boa sorte com a criatividade no novo blog!

DoceSussurro disse...

Olá
Bem, há que ESMIUÇAR o que são entrecostos espectaculares, sem dúvida!
Deixo te um sorriso, a vida nem sempre é fácil. Coragem!

Beijinho*