terça-feira, 8 de setembro de 2009

Praia de Faro


Vou falar-vos de um sítio mágico. De um sítio único. De um sítio que vale a pena visitar. Não faz parte da maioria dos roteiros turísticos nem é, tampouco, um destino de férias muito conhecido.
Vindo pela via rápida que desagua no aeroporto, começamos por ser presenteados pela rotunda mais original, mais bonita e mais curiosa da região. Um simples relvado com esculturas de pessoas em gesso, a olharem o céu, como se estivessem a ver passar os aviões.
Viramos depois à direita e entramos numa estrada tipicamente de praia, com pinheiros e bermas de terra alaranjada e um cheiro a mar que nos prepara para o que vem a seguir.
Depois de uma curva, outra curva e abre-se perante os olhos a Ria Formosa. O encaixe perfeito da terra com o mar, ou do mar com a terra, na sua dança de marés e trocas de águas, doce e salgada, numa analogia perfeita dos elementos a fazerem amor.
O mar entra na terra e cria uma represa onde vemos pequenas cabanas de pescadores nos bancos de areia, barcos ancorados, gaivotas em vôos rasantes e, mais de perto, cardumes de peixes em busca de alimento, ignorando completamente que serão eles o alimento de alguém.
Continuamos pela estrada que na maré cheia é ladeada de água e em que mais parece que estamos a navegar em vez de conduzir.
Atravessamos a ponte e começamos a sentir a magia mais forte. Aquela magia de que os pinheiros, os bancos de areia, o mar doce salgado e as gaivotas nos tinham avisado.
Pomos os pés no chão, fechamos os olhos, inspiramos bem fundo... abrimos os braços, elevamo-los ao céu. Esticamos os dedos e deixamos fluir em nós a energia dos 4 elementos, dos 5 se estivermos atentos.
Esta língua de areia tem algo de mágico. Não se explica, não se conta, não se vê, sente-se!

Nos dias de vento como o de hoje, soube-me bem ir lá, embora tenha sido em trabalho, e sentir um pouco do fim do Verão, quando vinha de volta e parei a olhar o azul.
Fechei os olhos, indiferente a quem me olhava. Inspirei o mais que pude aquele ar e segui caminho.
Agora que o elemento humano começa a dispersar, convencido que este sítio é apenas mais um para ficar bronzeado, aconselho um passeio a este meu sítio mágico, convicto que também sentirão a magia que me recarrega sempre que lá vou.

21 comentários:

Terra de Encanto disse...

O teu texto é muitíssimo sugestivo, e convida ao passeio. Gostei muito de ler. Um beijo e...boas deambulações...

sakura disse...

Temos de voltar a essa praia, meu amor. Agora que convida a ficar por estar menos povoada.
Gosto de praias assim, desertas...onde ficamos só nós. Onde podemos passear, namorar, sentir tudo o que nos rodeia... O cheiro a maresia... O som do mar e das gaivotas... O vento que nos envolve... Onde olhamos a imensidão azul a perder de vista...

Amo-te muito.

Beijo imenso
da tua Flôr

Lia disse...

eu adoro a praia de faro mas só no inverno, no verão não tenho paciência para as filas na ponte, para a falta de estacionamento...

mas nas noites quentes de verão comer um crepe na esplanada do Havana, ou no inverno ir comer uma tosta no Bistro(o Forte) e depois passear pela praia, sózinha com as gaivotas... já passei muita tarde assim... e agora que tou cá longe tu fizeste-me ter umas saudades tão grandes!!!

Ah, e não te esqueças que ir de barco, vendo a ria formosa também é uma bela maneira de se chegar à praia!!!

fee disse...

A praia de Faro não conheço, mas eu e o meu amor temos a nossa preferida no Baleal, em Peniche. Mesmo com a confusão do Verão gostamos de ir lá, parece que conseguimos estar sozinhos na mesma.
Gostei muito do blog:)

Only Words disse...

Conseguiste aguçar a vontade de rumar até esse teu sítio mágico. E pudesse eu zarpar daqui para fora!!!

Just me disse...

Prémio para ti no meu canto!

Beijocas

Vani disse...

Não é um destino turístico???? LOOOOOOOOOOOOOOOOOOL! POr isso é que há reeesmaaaaas de lugares vazios, especialmente em Agosto...

:D

:p

just kidding

Menino do mar disse...

Terra de encanto:
É sítio espectacular, quando puderes, visita :)

Beijo

Menino do mar disse...

Sakura:
Ainda tenho tantos sítios para te mostrar... :)

Beijo... saudade...

Menino do mar disse...

Lia:
Estive para fazer menção ao barco, mas optei por não o fazer porque só há no Verão. Mas sim, é a melhor forma de chegar lá :)

Beijo

Menino do mar disse...

fee:
Quando puderes, pega no amor e aventurem-se neste praia :)

Obrigado :)

Beijo

Menino do mar disse...

Only:
Onde vives? Porque não vens? Não estás de férias? Aproveita :)

Beijo

Menino do mar disse...

Just me:
Obrigado. Tenho carradas deles para por aqui, em princípio no fim de semana consigo actualizar. Mas obrigado na mesma, és uma querida :)

Beijo

Menino do mar disse...

Vani:
É destino turístico para os habitantes de Faro, nada mais.

Beijo

Daniel Silva (Lobinho) disse...

São os loacis onde me sinto melhor: areais, recantos de florestas ou jardins, onde as coisas estao como este barco com que ilustras o texto, parado na areia cumplice de nos.

nao ha nada mais reconfortante do que a paz de alguns sitios onde podemos tambem respirara a propria alma...

abraço

Patrícia disse...

Faz-me alguma confusão, qd alguem me diz que não têm um lugar seu! São como lugares mágicos, que nos fazem sentir sempre bem, perto de nós...
Obrigada pela partilha :)
Lindo texto

Kikas disse...

Não é por nada.. Mas acho que vou antes ao Forum Algarve xD (a seca que eu apanhei nesse forum dia treze de agosto -.-)

I Believe disse...

Acreditas q já lá me levaram, mas ñ sei cm ir sozinha?!Pois...é lindo e tão perto***

MagicWoman disse...

Tão bonito que escreves!

Parabéns

CF disse...

Linda Música...

Luna disse...

Conheço e frequento bastante, a tua descrição está fantástica, feita com olhos de sentir.
Muito belo, o lugar e o sentimento que imprimes às palavras.
Bj de Lua