domingo, 20 de março de 2011

Guerra


Sou contra todas as formas de guerra. Não acredito em motivos justificáveis para se invadir um país, seja ele qual for e há muito que deixei de acreditar nestes auto-denominados polícias do mundo, como a ONU, NATO ou aliados pontuais que só se movem por interesses económicos e políticos.
Nunca se conseguirá travar a guerra, o totalitarismo, a morte, com as mesmas armas que ela usa. Violência só tem um poder criador, o de mais violência.
Portanto, não me venham com argumentos de que Khadafi é um ditador que mata o próprio povo, ou que é um foco de instabilidade para a região. Quantos ditadores há neste mundo que não interessam minimamente aos polícias do mundo? E porquê? O motivo é sempre o mesmo, o interesse económico. O vil metal que faz mover o mundo, na minha opinião, em direcção ao abismo.
Enquanto não evoluirmos enquanto seres humanos, enquanto não deixarmos de viver a cobiçar ter sempre mais, enquanto não soubermos ser melhores que isto, haverá sempre Kadhafi's por este mundo fora e a morte, as desigualdades e as tragédias farão sempre parte do nosso dia a dia.

3 comentários:

Vanessa disse...

Concordo plenamente, a violência gera mais violência e não é solução para nada.

a Gaja disse...

infelizmente é mesmo assim, a violência gera mais violência e tudo começa no ser humano quando quer sempre mais e mais e nunca se sente realmente satisfeito.

CoisasDaGaja disse...

A guerra anda de mãos dadas com a ganância e a estupidez!

p.s. Tens um selo no meu blog ;)